quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Mensagem inicial - Fevereiro 2010

BEM VINDOS !

o blog destina-se a ajudar quem tem electrohipersensibilidade, e no geral a alertar para o perigo da poluição electromagnética.
Há cerca de um século que o progresso tecnológico tornou o nosso quotidiano repleto de produtos eléctricos, e posteriormente de produtos electrónicos. Embora tornem a nossa vida mais confortável, a exposição hoje em dia de carácter contínuo aos diversos campos electromagnéticos (CEM) associados ao seu funcionamento não é isento de problemas para a saúde.
Esta exposição pode facilmente ultrapassar em milhões de vezes a intensidade dos campos naturais, como é o caso da radiação de microondas provenientes das antenas de telemóveis, WiFi, etc, em contraste com a radiação natural emitida pelo Sol. Com a agravante que alguma desta radiação é emitida em pulsos, como no caso das microondas usadas nas telecomunicações digitais actuais.
Este electromagnetismo artificial gera assim um grave fenómeno de poluição – o electro-smog ou poluição electromagnética. Há um século atrás as doenças infecto-contagiosas tinham uma grande relevância. Estas foram gradualmente substituidas pelas doenças da civilização (cancro, diabetes, obesidade, ataques coração, etc). Esta substituição foi paralela com a electrificação da civilização. Actualmente com a exposição continua a microondas das telecomunicações e diversas redes sem fio está-se a assistir a um gradual aumento de diversas formas de cancro, perda da fertilidade masculina, etc. Muitas pessoas pensam que a causalidade destas doenças reside apenas na maior exposição ao cocktail de químicos de síntese que nos rodeiam, e não têm devida precaução na exposição a estas radiações não-ionizantes, estando apenas despertas para o perigo das radiações ionizantes (centrais nucleares por exemplo).
Este banho invisível de electricidade, microondas e outras ondas de rádio em que estamos banhados 24h/24h é imperceptível para a maioria das pessoas, e a mensagem oficial é de que os actuais limites são seguros para a saúde. Mas não é verdade!
Algumas pessoas reagem fortemente a estes CEM artificiais – são os electrohipersensíveis. Já é bem conhecido o "síndroma das microondas" há várias décadas. Mas foi com os ecrãs de computador de cinescópio ou CRTs (que fazem reacções de pele a algumas pessoas), que a electrohipersensibilidade se começou a vulgarizar fora dos círculos militares e industriais há duas décadas atrás.
Em algumas pessoas, a emissão de luz em pulsos muito rápidos gera a epilepsia fotossensível. Por isso criaram-se normas para as emissões de televisão. Porque a emissão da radiação pulsada das microondas não é reconhecida como nefasta?
Como é invísível, tem sido fácil manter uma atitude negacionista pelos interesses estabelecidos! E isso leva a que muitos sofram sem compreenderem a origem do seu desconforto quotidiano, nem terem com quem desabafar com medo do ridículo. Pois não estão sós, e existem milhares de outros como nós pelo mundo fora.
Já existe bastante informação sobre o problema da electrosensibilidade & electrosmog, mas a maioria está em línguas estrangeiras. Pretendo aqui explicar resumidamente de uma maneira acessível em português o que é a electrosensibilidade, ilustrar com os problemas que tenho vivido, e dar diversas dicas para ajudar outros.

Desde Fev/2010 que acrescentei várias páginas devido á vastidão do problema. Para quem pretende uma informação de leitura rápida e também facilmente distribuivel em forma impressa para outras pessoas, descarreguem o 'PANFLETO - PERIGOS DE UMA ERA SEM FIOS' (HIPERLIGAÇÕES de interesse). Quem quiser conhecer os truques em detalhe para reduzir a exposição a diversos tipos de radiações electromagnéticas em casa, consultem a página 'SOBREVIVER AO ELECTROSMOG'.
 
Nestas páginas, podem aprofundar mais clicando nalgumas partes do texto assinaladas a cor. As fotos podem ver melhor se clicarem nelas, o que as ampliará.
O blog não se destina apenas aos electrohipersensíveis. Algumas pessoas poderão achar alguns conselhos exagerados, devido ao desconhecimento dos perigos envolvidos e do encobrimento que tem vindo a ser dado a esta temática. A Agência Europeia do Ambiente tem lançado diversos alertas, mas os sinais precoces de perigo foram ou estão a ser ignorados por decisores políticos, cientistas e empresários (https://www.publico.pt/ecosfera/noticia/agencia-europeia-alerta-para-potenciais-riscos-das-novas-tecnologias-1581754).

Mas não se esqueçam que estão expostos de maneira invisível como aqueles que estão já a sofrer. E lembrem-se que os electrohipersensíveis desejam ser respeitados e não terem a sua saúde prejudicada.
Vejam abaixo as fotos de uma manifestação contra os perigos do electro-smog.
Algumas dicas são dadas em detalhe recorrendo a referências a marcas e/ou lojas. São para se situarem melhor ou pouparem tempo, não tenho qualquer interesse pessoal nessas marcas/lojas. Se quiserem mais esclarecimentos contactem-me para paulojvvale@gmail.com.
Tópicos da página inicial:
A minha história
O que me sucedeu então?
Electrosensiveis – são gente ‘estranha’?
O que é a electrohipersensibilidade?
As baixas e as altas frequências
Os principais sintomas
O porquê da nossa indiferença?
Porque as medidas actuais de protecção não nos protegem?
O que podemos fazer para reduzir a exposição?
Bloquear os campos electromagnéticos
Neutralizar os campos electromagnéticos
Outras soluções para os electrosensíveis
Consultem então todo o conteúdo clicando na página de início.

XXXXX
PALESTRAS SOBRE ELECTROSMOG EM 2015:
- Congresso de Medicinas Naturais 2014; Estádio Municipal de Leiria, Leiria, 3/Maio/2015 (http://www.apnaemmovimento.pt/artigos/48)
- II Simpósio Terapais Holisticas Integradas, IPJ, Lisboa, 30/Maio/2015 (
 
PALESTRAS SOBRE ELECTROSMOG EM 2014:
- Congresso de Medicinas Naturais 2014; Quinta da Torre d’Aguilha; São Domingos de Rana, 29/Novembro/2014 (http://portaldasaudenatural.com/)
- I Simpósio Terapais Holisticas Integradas, IPJ, Faro, 8/Dezembro/2014 (
- Assembleia Popular de Algés / FÁBRICA DE ALTERNATIVAS, Algés, 4/Abril/2014 (https://www.facebook.com/events/1378036052474203/)


PALESTRAS SOBRE ELECTROSMOG EM 2013:
- «Efeitos celulares de microondas usadas em telecomunicações», 9º Congresso de Naturopatia e Medicinas Não Convencionais, Leiria, 16/Março/2013 (http://cofenacis.org )
- Loja MIOSÓTIS, Lisboa, 16/Novembro/2013 (http://biomiosotis.blogspot.pt )


PALESTRAS SOBRE ELECTROSMOG EM 2012:
- «Poluição Electromagnética-um problema crescente de saúde ambiental», 8º Congresso de Naturopatia e Medicinas Não Convencionais, Lisboa, 11/Março/2012 (http://cofenacis.org )
- Loja MIOSÓTIS, Lisboa, 21/Abril/2012 (http://biomiosotis.blogspot.pt )